de quem floresce;

Sou destas que amam o que dói. O que é belo. O que é belo e se esconde. Garimpo presenças que perfuram. Atitudes fortes feito palavras. Mar aberto em peito fechado.  Vigílias doces em noites estranhas. Relacionamentos de entranha. Tetos de vidros quebráveis.  Destas dilaceradas, armadas de febres …

por quase nada;

Mas o que me faz doer é um mistério: antecipação, ânsia, perda imaginária. É a síndrome de *Izabel querendo despontar em flores.
Eu sorrio e permito.
Flores são sempre bem vindas.





*Izabel: personagem de Pedro Bandeira no livro "A Marca de Uma Lágrima"

*Imagem: Weheartit

telefone;

O telefone toca e é você. Não tenho bina, não vejo sua foto. Só os sentidos funcionam. É aquele tipo de voz que encurta distâncias, revira vísceras, contrai o ar até.

Estou decidida a não mais.
Não mais você.
Nós, não mais.

Você usa a música, o clima...
Tua política sentimental fura bloqueios em …

doce;

Escrevo para falar deste sorriso que me espalha pelo ambiente inteiro.
Sabe, sorriso de olhar?
Sorrir por tocar sem mão, beijar sem boca, mentalizar o contato?

Escrevo, pois se não o fizesse, sufocaria.
Internaria tudo.
Não saberias destas coisas, destas cavidades cheias de ti, destas sutilezas q…

toda;

Ela não é feita de vento. Ela dói. Ela corrói as paredes do estômago quando espera o amor chegar.

Ela respira desejo, transpira vontades que não calam, que não esperam.

Ela não é feita de vento.
Não sabe o que é quase dor, quase amor, quase ser.

Ela é.
No luxo ou no lixo.

*Imagem: Weheartit

asas;

Ah, mas quando o amor voa, tudo me dói.
E é necessário, é ar. É respirar.
Para não doer tanto, pinto asas em vários tons.
Aumento a  música, alongo o passo, o minuto, a hora.
Dou voltas em torno da ausência.

Respiro, suspiro, abro braços, portas, compartimentos.
Nada é secreto quando ele volta.


*…

cidade das horas;

Te escrevi mil coisas pra te dizer que a liberdade está me fazendo bem.Sem o compromisso do tempo, tenho caminhado sem rumo vestida de renda de algodão. O sol tem vazado sombras no clima ameno e os dias tem ficado mais bonitos.
Aqui, quem consegue romper as fibras das horas é artista. E o coração,…

mudei;

Eu não preciso mais de você. Mudei os ventos, os tempos mudaram, vesti outras causas, outras roupas, outras canções.
Não me apego mais a teus dedos, tuas mãos, aos teus arranhões disfarçados de coisa boa.

Eu cresci. E cresci por dentro, onde toda trajetória é lenta.

Ontem mesmo, limpei o porão ond…

Certeza;

A verdade é que a palavra de hoje caminha sozinha. Ela dispensa rótulos. Não quer corpos, olhos ou nomes. Explode num mar que é só de quem a possuía antes do papel.

É vida microscópica na fibra de celulose.
Enxergá-las é privilégio dos que proseiam de perto.


*Imagem: Weheartit

Sobrenome;

Tenho pra mim  que o motivo da tua fuga é medo. Teus olhos estão sempre se esquivando, tua boca derramando nãos. Tenho pra mim, que isso é dor mal curada, não lavada, não jogada aos ventos. Tua caixa de mágoas está cheia. 
Sim, o tempo de "não esquecer" é pleno pra você. Eu reconheço arm…

da coragem;

Venceu o medo e deu um passo a dentro.
Envolvimento não é coisa que acontece. É coisa que nós permitimos, concluiu.

Primeiro, a coragem.
Depois, as estrelas.




*Imagem: Weheartit

Contact Form (Do not remove it)

back to top