6.11.12

trinta e três versos. e ponto.



Na minha cabeça vale qualquer coisa: conto primaveras, versos, livros, dias, meses e anos. O que importa é o movimento, sabe? O ar que se movimenta entre um aniversário e outro, as histórias e pessoas que acumulamos, o quanto nos modificamos por dentro. Porque por fora, nem importa tanto assim.

Conto anos sem temer o futuro.
Alimento-me é de coragem. Fraca  nunca fui.

Sobrevivi e vi tanta coisa, que não morro mais de morte nenhuma, a não ser a física.
Aprendi mesmo a me REGENERAR. Assim, em maiúsculo.
E dou vida a novas peles, novos sonhos e novo revestimento ao coração sempre que entristeço, emudeço ou me machuco.

O  que aniversariar pode ter de ruim, se rugas e arranhões não me preocupam?




*Imagem: Weheartit

4 comentários

  1. E aniversaria hoje, então? Parabéns, queida! realmente não há com o quê se preocupar.. um ano a mais significa que mais um acumulos de versos e sentidos se formou sobre voce.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Um breve sorriso de quem pouco mostra os dentes (: Gostei, é.

    ResponderExcluir
  3. Um breve sorriso de quem pouco mostra os dentes (: Gostei, é.

    ResponderExcluir
  4. Um breve sorriso de quem pouco mostra os dentes (: Gostei, é.

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo