22.1.13

virei menina;



A parte triste?
 
Você não pode vir comigo quando anoiteço. Não está quando amanheço.
 E dói, sempre que está. 

Eu sou uma idiota, melancólica, coração sim, razão não, fraca, frágil e musical. É uma luta interior desumana e desigual em que o teor de emoção é quase científico. Eu perco as lágrimas, as horas, o sono e na mais grave das hipóteses, entristeço.

Sei lá das lógicas, das formalidades, de papéis, de rótulos tão dispensáveis quando estou CONTIGO.

Eu já chorei uma vez. Não queria estar sentindo, mentindo ilusões, pulsando coração, cabeça e pés. Não queria dar mais um passo pra você.

Dei.

Abraçei, beijei, apeguei, sentimentalizei encontros. Deixei de ser mulher feita. Virei menina.

Um pedaço de felicidade?

Minhas memórias afetivas são indestrutíveis.





*Imagem: Weheartit

3 comentários

  1. Adorei, consegue expressar muito do que sinto hoje !!! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Nós mulheres, cheias de coração, quase sem razão. Sempre somos meninas e no fundo, eles querem meninas que são mulheres. Muito bom seu texto. Bjssss

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo