De verdade?

Eu amo você. O jeito de andar, as pernas tortas, o sorriso, as febres e a voz. O toque. A mão nas minhas costas e os traços em meu olhar.
Eu amo o que me causa: invernos drásticos dias sim, calor intenso em dias não. Urgências que florificam. Pernas que não me obedecem. Encontros que palpitam.

Constelações inteiras.

Eu amo você. Viagens sem avião, ônibus ou trem. Sensações com rodas. Emoções com asas. Moeda. Comida. Vento. Vadiagem menina. Cor azul e olhos castanhos. Carruagem branca.

Esconder?

Deixou de ser possível.


*Imagem: Weheartit

Deixe um comentário