25.1.17

um filho muda tudo, sim.

25.1.17
-



Eu sempre bati no peito dizendo que quando tivesse um filho, ele jamais mexeria no meu celular, nas minhas maquiagens ou nos meus livros. Até o Lennon nascer e reverter tudo. No inicio, relutei um pouco. Mas depois, pensei que diferença faria revirar um celular, uma necessaire ou os meus livros, se ele já revirou minha vida, meu corpo, minha rotina?

Ainda tenho grande paixão pelos meus pertences, confesso. Mas certas coisas deixam de ser sagradas quando um filho nasce. Elas não ocupam mais o posto das prioridades, das urgências, das emergências, entendem?

Urgência agora é ver a lágrima do Lennon dando lugar a um sorriso de canto a canto. É cantar com ele a música de abertura do desenho preferido dele, é ver o que ele absorve dos livros, o colorido e forma, a fórmula das palavras.

Eu ainda sou a Sra. Organização, mas abri exceções em nome da minha coluna, do meu humor e do meu amor de mãe. Já não junto brinquedos de dez em dez minutos e nem me preocupo tanto se o tapete colorido que deveria estar no quarto dele, está na sala. As visitas são aqueles velhos amigos que se tiverem filho, entenderão de imediato. E se não tiverem, entenderão um dia.

A afirmação "Um filho muda tudo." é verdadeira. E isso só está começando.


*Imagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Erica de Paula - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design